50/50: A Psicologia no Pokemon TCG – Comportamento Supersticioso é saudável?

Olá pessoal, meu nome é Alberto Timóteo e eu sou novato no jogo em Belo Horizonte, devo dizer que fui tão bem recebido pelos meus colegas que tive vontade até de compor a equipe da TCMG e colaborar no crescimento desse jogo que aprendi a gostar tanto. Como o pessoal de BH sabe, eu sou estudante de Psicologia, e gosto bastante de levar os meus conhecimentos teóricos pro campo prático, e isso inclui, é claro, o Pokemon TCG. Por isso que nesse artigo eu vou falar de uma questão que vejo acontecer muito no cenário competitivo: Jogadores supersticiosos.

Na década de 1930, um cientista comportamentalista chamado B. F. Skinner disse ser capaz de tornar uma pomba supersticiosa. E ele o fez. Ele colocou uma pomba em uma caixa na qual havia um botão na parede e uma pequena abertura logo abaixo, quando a pomba bicava o botão, caia um grão de comida na abertura. Depois de algum tempo a pomba começou a bicar incessantemente o botão, na esperança de obter comida sempre. Ela não sabia porque ela fazia isso, mas se tinha dado certo em algum momento, era capaz de dar certo em outros também. A origem das nossas crenças se baseia em um princípio parecido, em algum momento um tipo de comportamento deu origem a um prêmio (No comportamentalismo chamamos de reforço), então acreditamos que aquele comportamento está diretamente ligado ao reforço em si. E com isso criamos rituais.

Todo mundo tem os próprios rituais, de alguma forma: Uma miniatura que te dá sorte, um desenho, uma camisa, uma bandeira, entre muitos outros. E não é algo ruim ter um tipo de ritual que você acredita te dar sorte, o problema está no momento em que você acredita que aquilo foi determinante na sua vitória, ou na sua derrota.

Imagine a seguinte situação: Você está jogando em um torneio de 5 rodadas, você está com 2-1-0 e vai começar a quarta rodada. Você estava confiante pois ganhou as duas primeiras, porém, a derrota na segunda foi amarga, tudo isso porque você esqueceu de usar a sua moeda da sorte nos Crushing Hammer e por isso tirou só coroas. Quando vai começar a quarta rodada, você vai pegar a sua moeda e percebe que ela não está lá, você não consegue encontrá-la em nenhum lugar. Logo a sua moeda do Blastoise clássica, aquela que te dá sorte. E agora? Você já aceita a derrota e a esperança de ir para o Top 8 ou joga com tudo o que tem para vencer a partida?

Caso você tenha escolhido a primeira opção, eu devo te dizer que o seu comportamento supersticioso não é saudável para o seu jogo. Acreditar que totens podem trazer vitórias é um tipo de pensamento irracional e que só traz prejuízos se for levado totalmente a sério. Veja bem, você não treinou durante um bom tempo? Você não montou a lista com pesquisa minuciosa e treinos regulares? Porquê então um objeto vai ser capaz de mudar a sua condição de vitória ou derrota? E o que garante que o seu oponente também não tem um objeto de sorte? O dele é mais fraco do que o seu?

O jogador de TCG tem que acreditar na sorte sim, durante todo o jogo estamos fazendo “Flip a coin”, porém, o bom jogador de TCG manipula a sorte ao seu favor, utiliza os mecanismos do jogo para criar a condição de vitória independente de estar num dia de sorte ou não. Então, confie mais no que você treinou, confie mais na sua inteligência e na sua cognição. Pois, se você tem as cartas e você tem inteligência e disposição para ser o melhor, você não precisa de mais nada para chegar lá. No momento que seu amuleto falhar, não deixe que isso se torne algo importante, faça com que isso te deixe mais determinado a provar que você não precisa dele para ser um vencedor. Você é melhor do que isso, pode ter certeza.


Treine e não deixe a sorte decidir totalmente seu jogo, compre suas cartas para jogar (online e fisicamente) com os melhores preços na www.pokeparadise.com.br.

Estudante de Psicologia, aspirante a treinador Pokemon. Joga as cartinhas desde 2016 e é apaixonado com os padrões comportamentais e cognitivos de jogadores de TCG Competitivo.

  • Wallysson Lima

    Parabéns pela matéria! Espero que fique com a equipe bastante tempo.

  • Leozinho

    Melhor contratação da temporada!

  • Elio Daniel

    Cara! Cheguei ficar emocionado com essa matéria! Muito boa mesmo!