A arte de perder!

postado em: Campeonatos | 3
Perder é difícil mas necessário
Este vai ser um artigo diferente no nosso blog Pokémon TCMG, neste post não vou falar sobre uma decklist consistente para ganhar campeonatos, muito menos sobre o novo formato (BCR-ON). Vejo muitas pessoas afastando do formato competitivo na minha região por medo de perder, ninguém começa ganhando de todo mundo, é preciso ter experiência. Meu nome é Wallysson Lima ou “SonSon” caso me conheçam. Já consegui um top 8 no nacional de 2012, alguns vices em BR’s e Citys. Tenho jogado desde que me entendo por gente, e é um hobby que cresceu junto comigo, onde fiz vários amigos. E desde o início vejo muitas pessoas que não sabem como lidar com uma derrota ou culpa tudo e todos, sem assumir que pode ter cometido algum erro, ou mesmo não aceita que seu oponente foi melhor, não tem nenhum espirito de card game.
Primeiramente, ninguém gosta de perder, claro. Mas é um jogo onde alguns vencem, perdem ou até mesmo empatam. Um formato onde se limita a TOP 8, toda uma preparação do deck, semanas de treino a fio com os amigos, estudar o metagame da onde vai, tentar aplicar as ‘techs’ necessárias e mesmo assim, perder por um ‘coin flip’  de um laser é de perder a cabeça. Irei dar algumas dicas sobre como se comportar caso isso aconteça, com intuito de passar para vocês experiências que vivi desse tipo em campeonatos que participei. Mostrando para vocês como se tornarem treinadores melhores e desfrutar o formato competitivo.

  • O que você vai fazer em um campeonato? (Ou porque ir para o próximo?) – Essa primeira dica começa com uma pergunta bem simples. Ir a um campeonato com o intuito de apenas vencer, pode frustrar e muito seus desejos e ambições. No jogo, as vezes é necessário contar também com a sorte e vale lembrar que tem mais pessoas com o mesmo pensamento que o seu. Ir em um campeonato é saber o seu nível, se testar, rever e conhecer amigos. E, infelizmente, muita gente ainda não entende isso.

  • Não desista! – Muitas vezes acontece de seu oponente começar com um ritmo de jogo mais  rápido e fluido que o seu, montar aquele setup incrível e (às vezes) pouco provável no primeiro turno, e no segundo turno já puxar dois prêmios, volta seu turno e o que decide fazer? Desistir? Sim, muitas pessoas que conheço não desfrutam de uma partida inteira porque pensam que “não vão ganhar” e preferem desistir. Algumas vezes isso é verdade, muitas vezes é difícil enfrentar aquele setup já pronto quando você precisaria de alguns turnos para montar o seu, nesses casos, pode ser melhor conceder ao seu oponente e partir para outra.
Mas quantas vezes já consegui vencer partidas onde o adversário só precisava comprar UM prêmio e eu ainda tinha os seis na mesa? Inúmeras. Um N bem dado pode salvar seu jogo aparentemente perdido, desestabilizando uma mão que o adversário necessitava ali, atrasando o jogo dele, e melhorando o seu durante esse tempo.

  • Aprender com a derrota! – A parte mais difícil quando se perde, onde está o erro? Era falta de energia? Trainers? Supporter? Conseguiu buscar os Pokémons? Foi má sorte? Missplay? Feito isso, modifique o deck! Saiba ter uma crítica construtiva, jogamos Pokémon Card Game, um jogo que sempre esta mudando, a cada região, campeonatos, existe um metagame diferente, fazer a leitura do jogo e do que precisa ser melhorado. Use suas derrotas como um ponto positivo.
        
Valorize a vitória do seu oponente
  • “Eu teria vencido!” – Fuja dessa frase, encare a derrota, todo jogo você ouve alguém dizer: -Se tivesse feito isso (começo do jogo), eu teria vencido. Não, talvez não iria ganhar, talvez seu oponente tinha um plano pra ele. No lugar de falar isso, comprimente seu adversário, deseje boa sorte nas próximas partidas e caso você vencesse por causa de alguma coisa, utilize frase menos expressiva, tipo: “- Se desse cara no sleep, eu tinha uma chance melhor. Pode parecer bobagem, mas não existe sensação pior vencer e ter alguém pra falar que ele tinha que ter vencido.
Vamos lembrar pessoal, se você perdeu, significa que precise melhorar, treinar, esforçar mais.. E o que vence nem sempre é o dono da razão. Minha dica nesse primeiro artigo é sempre enxergar o lado bom quando perder e sempre com intenção de melhorar. É isso, espero que tenham gostado e qualquer elogio, criticas ou qualquer comentário sobre o blog e o artigo não deixem de comentar.

Wallysson Lima ‘SonSon’

Jogador desde quando saiu a Base Set aqui no Brasil, tendo minha melhor temporada 11/12, onde que no Nacional 2012 consegui o primeiro top pra Minas Gerais, ficando em 7º colocado. Venci alguns torneios como City’s e BR’s e top’s nos Regionais. Parei por um tempo, mas estou de volta para esse incrível jogo.

  • Realmente, é horrível vencer de alguém e a pessoa começa a falar mil motivos que ela perdeu, mas que poderia ter ganho… “Você só ganhou porquê…” , “Eu só perdi porquê…” é um saco, perder não me irrita, mas essas frases de alguém que eu venci a partida realmente me irrita.. hahaha.. xD

    • Isso mesmo Bruh, jogar pra vencer é normal mas é importante saber valorizar a vitória do seu rival, acima de tudo tem que ter respeito. Obrigado!

  • Quem dera se todo jogador lesse um artigo desses…Foi na essência do jogo…Parabéns.
    Conheço muita gente que toda santa vez que perde solta umas desse tipo: “MAS”. O legal do TCG é justamente isso: uma partida é composta de possibilidades, missplays, boas ou más jogadas, e o que vale é a experiência.
    Meu único adendo é sobre desistir da partida: dependendo da situação (principalmente onde se tem uma rodada de 50 minutos), talvez valha a pena desistir se tudo der errado (e tudo certo pro oponente) principalmente se ele jogar devagar. Mas em geral, é isso, é prematuro e insensato jogar a toalha no sinal de qualquer desvantagem =p
    []’s