Análise Turbo Darkrai + Report Torneio Vitória

E ai galera, beleza?

Já faz um tempo que estamos parados com matérias aqui no site, porém agora pode ter certeza que vamos voltar com tudo pra essa temporada que está aquecida no Brasil. Com um metagame muito interessante e fluido, cada semana um deck consegue se destacar melhor, e nessa semana vamos trazer pra voce um deck que se destacou nas ultimas duas semanas no mundo e nesse fim de semana no Brasil: o Turbo Darkrai.

Nesse artigo, além de ver um pequeno card-by-card do deck, vamos mostrar também o Report do Alvim Serrão, que venceu o torneio de Vitória valendo passagem para fortaleza, e estará lá jogando para representar o estado do ES. Parabéns Alvim!

Se você está antenado no meta com certeza já conhece o deck de Turbo Darkrai, numa estratégia semelhante a do Volcanion, mas sofrendo menos para Hex Maniac, você consegue bater no t1 facilmente com seu baby Yveltal. Sim, ele mesmo. Estava sumido fazia um tempo e agora voltou como o atacante acelerador desse deck. E sim, é uma estratégia muuuito parecida com a do deck de Volcanion, porém cada um dos decks tem sua forma de jogar. Enquanto Volcanion é muito explosivo com sua habilidade Steam Up, sofre com Hex maniac seguidas contra decks de muito HP (Mega Gardevoir e Mega Rayquaza), o deck de Darkrai pode ser igualmente consistente e com danos progressivos, em um certo ponto da partida pode estar levando tudo da mesa.

Então amigos, que tal vermos uma decklist para voce entender do que eu estou falando?

**Lembrando que voce pode e deve alterar essa lista de acordo com seu metagame local.

Vamos a um card by card do deck para voces entenderem melhor como funciona.

Darkrai EX – Um atacante poderoso, Darkrai tem altos 180 de HP, e dois ataques, mas apenas o primeiro nos importa aqui (ou talvez não, você pode estar jogando contra Snorlax GX hahaha). Dark Pulse tem o custo de duas energias quaisquer, e pode bater 20 MAIS 20 para cada energia darkness em seu lado do campo. Sim, é um ataque muito forte, e com 3 a 4 turnos dependendo de sua sorte com Max Elixir, facilmente está batendo 180 em seu adversário.

Yveltal STS – Acelerador do deck, Yveltal aqui tem a função de descer mais energias para o Darkrai subir depois levando tudo, além de minar uma certa quantidade de dano que pode ser crucial no fim da partida. Yveltal com seu ataque Oblivion Wing, bate 30 e te permite ligar uma energia darkness em um pokémon do seu banco, não importa seu tipo (vai que precisa ligar em um Shaymin, acontece as vezes).

Shaymin EX e Hoopa EX – o Shaymin dispensa explicações, porém o Hoopa vale ser citado aqui, como temos alta quantidade de ex nesse deck, uma Ultra Ball pode resolver todo seu jogo. Buscou Hoopa, dois Darkrai e um Shaymin e de boas.

4 Professor Sycamore / 2 N / 2 Lysandre / 4 Vs Seeker – Padrão na maioria dos decks, apesar de atualmente muitas listas estão utilizando um N a mais.

1 Team Flare Grunt – Quebrar atacantes consistentes, e uma das formas de vencer Jolteon EX com esse deck (Team Flare Grunt + Enhanced Hammer), já que não possuímos ranger aqui.

1 Hex Maniac – Muitos decks do formato dependem fortemente de suas habilidades para jogar (Greninja e Volcanion) ou mesmo setupar de novo (M Rayquaza e M Gardevoir) e acertar uma Hex maniac em alguns momentos pode ser crucial para a vitória.

1 Pokémon Center Lady – Reduzir 60 de dano e não só isso, quebrar uma condição especial que pode te impedir de atacar no turno são salvadores, PCL voltou a ver jogo nesse formato com a chuva de Yveltal Fright Night, mas mesmo com seu relativo sumiço, ela ainda continua em alguns decks para quebrar sua contagem de dano em determinados momentos.

4 Ultra Ball – Voce precisa MUITO de Ultra Ball no T1, isso acelera todo seu setup com esse deck, além de te facilitar descartar umas energias para ter o que voltar com Yveltal Baby.

4 Max Elixir – o outro acelerador de energias do deck, com elas (e um pouco de sorte também), facilmente conseguirá ter de 3 a 4 energias na mesa no primeiro turno desse deck (contando uma da mão, dois elixir que você acertou, e um ataque do Baby Yveltal, seu darkrai no T2 já bate 100 garantido, e isso é muito forte)

2 Fighting Fury Belt – Aumentar a vida e aumentar em 10 de dano no ataque, dispensa descrições o quanto essa carta ajuda a fechar danos impares onde faltaria uma energia.

2 Exp. Share – Uma carta excelente e que ajuda e muito seu Late game, Exp Share faz com que, caso seu Pokémon ativo seja nocauteado por um ataque, possa pegar uma energia básica dele e ligar no Pokémon com essa tool, ajuda a conservar energias no fim de jogo, mantendo sua base de dano consistente.

3 Trainers Mail – Número padrão também atualmente, poucos decks usam mais que isso, e menos ainda usam menos.

2 Escape Rope – Outra forma de quebrar Jolteon e Regice, fazendo o combo (Escape Rope + Lysandre), além de te ajudar a recuar sem descartar energias de um ativo

1 Switch – Mais uma carta para recuo, dificilmente ficará travado na frente com um Pokémon.

1 Float Stone – Sempre essencial, ajuda a ter sempre um pokémon que vai subir pra frente caso seu ativo morra, para que voce possa tentar um Elixir no banco e ainda subir batendo, ou pensar em qual vai ser sua melhor jogada

1 Super Rod – Voltar energias e Pokémon para o deck, sempre bom em mãos iniciais zicadas onde acaba descartando energias demais.

1 Enhanced Hammer – Arrancar uma dupla marota do Yveltal do oponente ou uma Splash que voltaria um Greninja inteiro para a mão do adversário é sempre bom, né?

2 Silent Lab – Excelente estádio para startar contra alguns decks, dependendo da mão inicial de Volcanion e Mega Rayquaza, uma Silent Lab T1 pode ser arrasadora.

1 Parallel City – Controlar seu banco ou do adversário, numa Mirror fechar o banco do seu adversário no primeiro turno, impede ele de buscar um Hoopa T1 e descer dois Darkrai e Um Shaymin.

12 Darkness Energy – Número ao meu ver equilibrado de energias, onde dificulta errar uma Max Elixir e ajuda a não zicar de energias no jogo.


Torneio Pokemon Travel – Report do Alvim Serrão

Segue a seguir um report do Alvim explicando rapidamente como foram as partidas dele no campeonato.

Primeira rodada – VS Juno – Zygarde Ex/Carbink BREAK/Weavile

Logo de cara peguei o único counter do campeonato… Zygarde EX com Carbink, tentei jogar mesmo assim mas não deu, free win para meu adversário.

0-1-0

Segunda rodada – VS Luiz José – Yveltal EX/Garbodor

Yveltal Garbodor é uma match bem tranquila de se jogar com o Darkrai, porém na primeira partida comecei de Shaymin, meu oponente teve 3 ataques para conseguir mata-lo. Segunda partida demorou muito tempo, mas no fim consegui arrancar o empate, e não teve tempo para terminar a terceira partida.

0-1-1

Terceira rodada – VS Victor – M Gardevoir EX

Comecei muito bem colocando Silent Lab para que ele não consiga fazer o deck andar, batendo muito alto e ele lockado no estadio, concedeu a primeira partida. Segunda partida pau a pau até o fim mas ele conseguiu sair vitorioso. Terceira partida começo bem de novo com estádio lockando ele, estava tudo para ser uma vitória só que acabou o tempo… Mais um empate.

0-1-2

Quarta rodada – VS Rodrigo – Glaceon EX/Regice/Garbodor

Utilizando Escape Rope e Lysandre para passar por cima do efeito do Regice, primeira vitória do campeonato.

1-1-2

Quinta rodada – VS Renato Christian Darkrai EX/Dragons/Garbodor

Um darkrai diferente do meu utilizando Giratina e Salamence, nunca vi meu deck rodar tão bem, tirando Double Dragon com martelo avançado e não tendo mais que 3 EX na mesa (se tiver mais Salamence da OHKO). Acertei todos Max Elixir e bati 3x de Yveltazinho, assim no t4 meu Darkrai estava batendo 220, meu oponente não teve mesma sorte do que eu nos elixir.

Assim conseguindo a segunda vitória seguida e classificado para o Top 8.

2-1-2

Top 8 – VS Luiz Gustavo – Volcanion

Match difícil, mas dá para jogar. Primeira partida meu adversário não conseguiu bater de Volcanizinho, consegui utilizar bem o Silent Lab, ganhei a primeira. Segunda jogo, decidido nos detalhes meu oponente consegue ganhar. Terceira partida mal começa e já deu 3 turnos, tentando evitar tomar donk e por não saber a regra (regra para quando está empatado e acaba os 3 turnos é quem compra primeiro prize ganha, pensei que ia para morte súbita, nisso me dei mal) tive de descarta 3 Max Elixir da bad hand, difícil eu conseguir recuperar… dito e feito, meu oponente pega primeiro prize fácil, porém ele cedeu o jogo para mim, pois não iria viajar para fortaleza – “vlw luiz kkkk”

Top 4 – VS Victor M Gardevoir

Primeiro jogo muito difícil mas infelizmente para meu adversário ele prizou 3ª Mega, com isso consegui vencer. Segunda partida utilizando bem o Silent Lab e Yveltazinho, consegui bater muito em pouco tempo assim atropelando os Megas.

Final – VS Marlon – M Rayquaza Metal

Acho muito bad match para mim, principalmente que meu adversário durante todo o campeonato conseguia bater 240 no t1… Mas sabia que conseguisse lockar no Silent Lab e pressionar com o dano do Darkrai conseguiria vencer. Primeira Partida, tomei uma surra, consegui fazer nada. Segunda eu começo, já faço meu set up e boto o estádio muso e fico dando Hex para ele não jogar (não queria dar nenhuma chance para ele voltar ao jogo, caso pegasse o estádio), lockando meu adversário, ele não consegue tirar o estádio, e eu vou nocauteando os pokemons dele, 1×1.

Terceira partida, já aceitava minha derrota porque ele já ia montar o Rayquaza no t1, para o azar dele a mão estava ruim, ele utilizou várias vezes Shaymin para 1 e 2, mas não conseguiu sair da bad hand, então tento travar ele e vou mantando os Pokémon dele, até que ele consegue pegar o Hoopa, porém só me restava 1 prize, ele tentou rodar o deck mas não consegue fluir, 2×1 para mim. Com imensa alegria consigo passagem para fortaleza.


Vale a pena?

Sim, o deck é muito forte, e não possui muitos atacantes por ai que batem na fraqueza do deck (fighting está bem em baixa no formato), além do mais, acredito que conseguirá bater de frente no próximo formato também, graças a sua base de dano forte e progressiva.

Bem galera, então é isso. Espero que tenha gostado da lista e da análise humildemente feita por mim. Tem outra visão do deck, outra lista, duvidas na sua lista? Comente ai embaixo e conte pra gente se gostou ou se não gostou do deck. Até a próxima e parabéns Alvim

Jogo Pokémon TCG faz dois anos. Na temporada 2014/2015 tive minhas primeiras experiências em campeonatos grandes, com um 10ª lugar no regional de Goiânia, e top 4 nos Citys de Vitória e BH. E uma vitória nos campeonatos mensais que fazemos em Belo Horizonte.