Gabordor/Variants – O lixão que trouxe mudanças

Galera aqui é Leandro Ferreira, o cara sumido que às vezes escreve algo, hahaha. Bom, desde que Guardians saiu, já esperava que nosso amigo saco de lixo fosse se mostrar bastante forte, e foi exatamente isso que vimos nos primeiros campeonatos do formato com a nova coleção inclusa, a dominação de Garbodor/Variants foi incontestável. Para sairmos dessa dominação aconteceu o que muitos esperavam, o meta se adaptou contra e hoje temos um cenário no qual temos vários decks aparecendo por causa dessa adaptação.

Então vos trago hoje, um artigo falando das variações de Garbodor, que mesmo com esta “adaptação” sempre aparecem por ai.


Garbodor/Trevenant


Pokémon (17)

3x Garbodor – GRI 51
1x Garbodor – BKP 57
4x Trubbish GRI 50
2x Phantump GRI 6
2x Trevenant – GRI 7
1x Trevenant BREAKBKP 66
2x Drampa GX GRI 115 / 142 / 160
2x Tapu Lele GXGRI 60 / 137 / 155

Este deck tem como ideia utilizar o Trevenant no inicio do jogo, fazendo com que o oponente atrase seu jogo, segurando itens em sua mão e quando ele começa a utilizar itens para liberar sua mão, subimos com o Garbodor para punir nosso oponente.


Escolhas no deck

221 Trevenant  Quando alguém vê que esta jogando contra o Garbodor, ele tenta, segurar seus itens em sua mão para não levar muito dano inicialmente e poder dar uma resposta contra o lixoso, mas como utilizamos o Trevenant que “pune” o jogador por não usar seus trainers causando 30 de dano para cada item na mão do seu oponente, isso força o jogador a utilizar suas cartas e com isso acaba jogando alguns itens no descarte para que possamos utilizar com  nosso próximo atacante. A utilização do break é inicialmente é para aumentar a vida da nossa amiga arvore, mas o seu ataque Silent Fear distribui 30 de dano em cada pokémon do oponente, com isso nossa partida contra Gyrados melhora bastante, fora que ao fazer isso completamos os danos em cada pokemon dele.

413 Garbodor – Nossa arma devastadora, que com seu ataque Avalanche de lixo, podemos causar 20 de danos para cada item que nosso oponente tem em seu descarte. um ataque que utiliza apenas 1 energia pode causar um dano avassalador (SOU FODA!), muitas vezes podemos ver o desespero do nosso oponente quando utiliza um item e aumentamos 1 contador na nossa marcação. Não podemos esquecer do segundo ataque do nosso amigo lixoso spray ácido, que causa 70 de dano e se a moeda der cara você descarta uma energia do pokemon ativo do oponente, com ele já causamos 140 de dano em um pokemon com fraqueza psíquica.

OBS: Neste deck é sempre bom você ter um folha ao lado para anotar tanto o numero de itens que o oponente tem em seu descarte, quanto as cartas que tem em sua mão ao utilizar o ataque do Trevenant para poder “prever” as ações do oponente. 

Drampa GX Não podemos negar, este dragãozinho da historia sem fim, é uma das cartas mais úteis no formato, com seu primeiro ataque Righteous Edge, com apenas uma energia podemos retirar uma energia especial do pokémon ativo do oponente, fazendo isso o nosso oponente gasta mais recursos atrás de sua energia dupla, enquanto nossa marcação de de itens no descarte vai acontecendo. Seu segundo ataque é um pay back chamado Berserk, com 3 energias, podemos causar 150 dano se tivermos algum pokémon com dano no nosso banco, com a choice band ligado a ele 180 de dano, combinação capaz de matar muitos EX e GX que temos por ai.

Tapu Lele GX – Nem é necessário falar o tanto que esta carta é boa, no inicio do jogo, dar uma ultra ball para Tapu lele e buscar a menina Brigette para podemos completar nosso banco é maravilhoso, fora que podemos nos salvar buscando um N ou Professor Sycamore , ou no final de jogo aquele Lysandre para a vitoria.

Field Blower – Com esta carta podemos aumentar o dano do Garbodor retirando as cartas de tools que estão ligadas aos pokémon do nosso oponente, ou até mesmo retirar um estadio que estiver em jogo.

Rescue Stretcher Super Rod – Excluindo nossos GXs todos os pokémon tem baixo HP e dão 1 prize apenas, ou vem na mão e acabamos descartando no inicio de jogo, ter estas cartas para recupera-los é necessário durante a partida, também podemos recuperar um stage 1 que acabamos de perder e colocá-lo na mesa com rescue, logico que é necessário ter a pré-evolução em campo, voltando para o jogo rapidamente.

Altar Lunar – O recuo é necessário para a troca de pressão no oponente, reagindo melhor  a cada ação que ele fizer.

Deliquent – Retirar um estadio do jogo e fazer o oponente perder 3 cartas , sendo ele possíveis itens é maravilhoso.

Brigette – A nova staple, com ela podemos iniciar o jogo muito melhor, buscando 3 pokémon no deck e colocando no seu banco.


Garbodor/Drampa


Pokémon (18)

3x Garbodor – GRI 51
1x Garbodor – BKP 57
4x Trubbish BKP 56
2x EeveeSM 101
2x Espeon GX – SM 61 / 140 / 152
2x Drampa GX GRI 115 / 142 / 160
2x Tapu Koko SMPR 30
2x Tapu Lele GXGRI 60 / 137 / 155

Com a “adaptação” do formato contra a dominação de Garbodor, Trevenant perdeu forças e outras variações ganharam força, mas junto com a variação anterior tínhamos também esta, que apenas cresceu após isso, a combinação de Team Magmar Secret Base com o ataque beserk do Drampa GX causando 180 de dano com a choice band ligada a ele, matando assim tapus em jogo e qualquer outro EX ou GX.

Uma indiscutível carta que tem na maioria dos decks de Garbodor, é Espeon GX, um poderoso atacante que com seu segundo ataque Psychic causa 60 de dano mais 30 para cada energia ligada ao pokemon defensor, podendo causar por exemplo 150 de dano, 180 com choice band, em um pokémon com 3 energias. Seu ataque GX  acaba sendo muito útil para matarmos algum bicho no banco do oponente.


Garbodor/Eeveevolutions


Pokémon (18) 

2x Espeon GX – SM 61 / 140 / 152
1x VaporeonAOR 22
1x Flareon – AOR 13
1x Jolteon AOR 26
4x EeveeSM 101
3x Garbodor – GRI 51
3x Trubbish BKP 56
3x Tapu Lele GXGRI 60 / 137 / 155

Com a aparição de Metagross, adicionar Flareon ao deck foi necessário, para termos uma resposta rápida do Garbodor pra cima de pokémon com muito HP como Metagross e Decidueye, com isso também podemos adicionar Jolteon e Vaporeon no deck para para termos algo contra as demais fraquezas, lembrando que o numero de copias dessas cartas no deck pode ser alterado dependo do meta que você espera no campeonato que irá participar, liberando assim espaço no deck.

Esta variação conseguiu duas colocações no TOP 8 do ultimo regional que tivemos no Brasil, em Curitiba, nas mãos de Rafinha (Rafael Gomes), do Rio de Janeiro e de nosso conterrâneo Dyego Rathje. Como o Rafinha disse na entrevista na streaming durante o torneio, Parallel City é uma carta efetiva na partida de mirror e também pode te ajudar contra o vitorioso Rayquaza que neste final de semana demostrou não estar morto e deu a vitória para o jogador Ian Fukuda, da Bulldogs Gamings e limitar o banco do oponente e evitar que ele desça pokemon suportes como Shaymin e Tapu lele.


Techs


  • Oricorio (GRI 56) – Com a volta de vespa para os principais do formato, Oricorio, é a reposta contra, com seu ataque Supernatural Dance, podemos causar um “revenge” contra o usuário da vespa que descartou pokémon demais já que este ataque coloca 1 marcador de dano para cada pokémon na pilha de descarte do oponente distribuído da maneira que você quiser.
  • Tauros GXSM 100 v / 144 / 156 – Uma wall e um atacante bastante forte para ser pensado.
  • Rainbow Energy – Causar 10 de dano em um de seus pokémon para ativar o beserk do Drampa GX, foi uma ideia muito boa do Thiago Giovanetti, neste ultimo final de semana, evitando assim o uso do team magma secret base deixando todos seus pokémon com 20 de dano, ao invés disso causamos 10 de dano em um pokemon que ja tem baixo HP e não vai fazer muita diferença.

Conclusão


Estão são a variações do nosso amigo saco de lixo que mais aparecem no formato atualmente, por ele ser uma carta de de stage 1 e custa apena 1 energia, ele se encaixa em muitos decks, temos outras variações com vespa, Zoroark que vem se demostrando forte.

Espero que tenham gostado do artigo, se tiverem algo a falar pode me chamar no face, ou comentar por aqui mesmo, estarei respondendo a todos, a medida do possível.

 


Consiga todas as cartas com nosso parceiro com os melhores preços: http://www.pokeparadise.com.br/ 

Jogador de Pokémon TCG desde 2004, comecei o competitivo em 2010, natural de Formiga Minas Gerais e atual morador de Belo Horizonte, graduando em Engenharia de Computação pela PUC Minas e spammer nas horas vagas.