Lucario chegou para lutar!

postado em: Análise de Decks | 2

Fala galera, pra quem não me conhece farei uma breve apresentação: meu nome é Pedro Sales, comecei a jogar entre 2006/2007 mas só tive contato com o mundo competitivo no final de 2012. Até o lançamento da nova coleção (FUF) montei todos os decks competitivos dos formatos BW-ON e NXD-ON. Por esta razão, irei apresentar, analisar e comentar os novos decks que irão se tornar populares nessa nova jornada que começa após o mundial.  Meu objetivo é trazer pra vocês uma análise de deck toda semana, então vamos começar por um dos decks mais falados do momento, Fighting Big Basics! Segue a lista:

Pokémons (13)

3x Lucario EX
2x Landorus EX
3x Landorus (FuF)
1x Terrakion (Retaliate)
2x Trubish
2x Garbodor (Garbotoxin)

Trainers (36)

4x Juniper
4x N
3x Korrina
2x Lysandre
1x Colress
4x Muscle band
3x Ultra ball
3x Escape rope
2x Energy switch
2x Max potion
2x Float stone
1x Startling megaphone
1x Switch
1x Scramble switch
3x Fighting Stadium
Energy (11)

4x Strong energy
7x Fighting energy

Analisando o deck:

O ponto forte desse deck é a velocidade dos atacantes principais (Lucario EX e Landorus EX), e a força considerável de seus ataques, ambos com apenas uma energia podem causar até 90 de dano logo no primeiro turno com a ajuda de Muscle Band, Strong Energy e Fighting Stadium, ou seja, podem nocautear pokémons básicos (que não sejam EX) com uma grande facilidade, mesmo sem o dano extra do estádio.

Lucario EX é um Pokémon muito versátil, por possuir uma grande variedade de golpes que podem ser alternados de acordo com a necessidade do jogador.

Landorus (FUF) é uma ótima engrenagem para fazer o deck ser ainda mais rápido, acelerando seus principais atacantes no banco.

Landorus EX consegue espalhar dano nos pokémon adversários com seu primeiro ataque (Hammer Head) para facilitar que sejam nocauteados posteriormente.

Terrakionfunciona como um elemento surpresa, seu ataque “Retaliate” causa 30+60 de dano, caso um de seus pokémons tenha sido nocauteado no ultimo turno do oponente. Esses 90 de dano podem subir facilmente com Strong Energy, Muscle Band, e Fighting Stadium, podendo até se tornar um 1HKO caso Terrakion tenha 2 Strong Energy anexadas.


Garbodor é um trunfo do deck contra decks que abusam de habilidade ou até mesmo contra Pyroar que pode ser uma dor de cabeça para o jogador adversário.

Max Potion é uma carta muito útil nesse deck, já que todos os principais Pokémons do deck atacam com uma (1) energia. Max Potion pode salvar um jogo se for usado no momento certo.

Scramble Switch foi escolhida como a Ace Spec do deck por contribuir com a variação dos atacantes e ataques, surpreendendo o oponente, principalmente como um mecanismo de mover as Strong Energys de um pokémon prestes a ser nocauteado, para outro que tenha sofrido menos dano. Energy Switch é outra carta que contribui nesse aspecto.

Lysandre é um suporte chave para esse deck, com os danos espalhados pelo ataque do Landorus EX, Lysandre te ajuda a focar em um pokémon já com dano, para ser nocauteado com mais facilidade, além de ajudar a derrubar pokémons que podem ser uma dor de cabeça no late game.

Conclusão:

O deck mostrou ser muito rápido e consistente nos testes realizados por mim e meu time. Não tem muito segredo, é mais fácil de pilotar por não possuir uma estratégia complexa ou difícil de ser montada. Como dito antes, sua vantagem está na velocidade, e é esta velocidade que fará a diferença no decorrer das partidas. O deck se comportou muito bem em partidas contra os principais tiers do formato, e é minha principal aposta para ocupar as primeiras posições dos regionais que teremos em breve, por isso, tenham cuidado, Lucario vem aí!

Espero que tenham gostado, é isso ai e até a próxima!

Nascido em Belo Horizonte em 1994. Jogador de Pokémon TCG desde 2005 que adora jogar com decks diferentes a cada campeonato.