Manectric-Ex/Crobat – A resposta para o metagame

postado em: Análise de Decks | 3

E aí pessoal! Meu nome é André e eu sou o mais novo colaborador da família TCMG. Jogo a pouco tempo em comparação aos outros membros, mas devido a minha dedicação aos treinos e estudos de decks, surgiu a oportunidade de fazer as análises por aqui. Então espero que gostem e que eu possa acrescentar alguma coisa a vocês quanto ao post de hoje, Manectric Bats.

Introdução

O deck que trago nesse artigo é a resposta mais consistente que encontrei para o formato XY-BKT, uma vez que Breakpoint ainda não está disponível ainda pela COPAG, mas trataremos também do que essa nova coleção acrescentará ao deck. A estratégia primária é bem simples, bater 140 com Assault Laser do Manectric e fechar os danos pra KO em EX com as linhas de Crobat em apenas 1 hit. 2 Golbats já servindo para 180, ou então 1 Crobat fechando 170.

A partir desse ponto já é necessário fazer duas considerações: a primeira é que vc vai precisar na maioria dos jogos, de muitos Zubats logo no começo do jogo para poder descomplicar seus KOs. A segunda é que você tem que se planejar durante todo o jogo quanto ao Manectric, pois esse deck não conta com aceleração extra, a energização dos atacantes é completamente manual e mesmo que o custo de ataque seja baixo, dar um miss de energia pode te fazer perder grandes oportunidades na partida.


 

Lembrando que essa é apenas uma lista base, modificações devem ser feitas de acordo com seu estilo de jogo ou metagame da sua região.

Pokémon (16)

3- Manectric-Ex

4- Zubat

4- Golbat

3- Crobat

2- Shaymin-Ex

Energias (8)

6- Energias Elétricas

2- Flash Energy

Treinadores (36)análise maneco

4- Professor Sycamore

1- Professor Birch’s Observation

1- Judge

1- AZ

1- Lysandre

1- Xerosic

4- VS Seeker

4- Super Scoop Up

4- Ultra Ball

3- Level Ball

3- Trainer’s Mail

2- Acro Bike

3- Muscle Band

2- Head Ringer

1- Super Rod

1- Parallel City

 

 

Manectric Bats irl

Card by Card

Pokémon

3 Manectric-Ex: Seu atacante principal. Over Run com 1 energia pode ser sua canálise Manec Bathave para respostas rápidas a situações do jogo em que você não tem tempo de carregar o Assault Laser. Com uma Mucle Band e o dano de 1 Crobat você alcança os 110 se aproveitando da fraqueza de um Shaymin-Ex no banco de seu oponente pra puxar 2 prizes e ainda dar um snipe de 20 em outro Pokémon. Também é muito útil em partidas contra atacantes de HP baixo, permitindo nocautes fáceis com o dano extra dos bats.

4-4-3 Crobat: Uma linha de bats muito mais pesada que o convencional. Mas por serem peça fundamental no deck, é um espaço indiscutível. Fique atento também para se aproveitar dos ataques dos morcegos, em partidas contra Lucario-Ex e Mega Mewtwo-Ex eles se tornam atacantes fundamentais para sua vitória, fazendo a troca de prêmios ser muito mais favorável.

2 Shaymin-Ex: Poder de compra e aceleração pro deck. Staple fundamental a todos os decks Tier dispensando muitas explicações.

Treinadores

4 Professor Sycamore: Melhor suporte de compra do formato. Algumas listas rodam com menos cópias, priorizando mais os suportes que embaralham sua mão de volta no deck, como foi o caso do Manectric Bats que fez Top no ECC recentemente. Entretanto acredito que consigo encontrar mais fácil o que preciso para montar o jogo desta maneira, mesmo que para isso seja preciso dosar os recursos que o deck oferece.

1 Professor Birch’s Observation: Para situações em que você realmente não pode descartar recursos e ainda sim precisa fazer sua mão rodar.

1 Judge: O disrupt na mão do oponente. Já que estamos sem o famigerado N no formato, essa é a melhor opção para tentar limitar a resposta do adversário. Red Card é situacional demais para esse deck enquanto Judge te dá a possibilidade de busca por VS Seeker.

1 AZ: Reutilizar as linhas de Crobat, Shaymin-Ex, retirar um básico do ativo sem precisar gastar a energia do turno. Carta fundamental para o deck.

1 Xerosic: Muito versátil no deck e apesar de parecer um espaço livre, faz muita diferença em diversas situações. Permite retirar uma Team Flare tool do seu Manectric, ou mesmo retirar a tool do seu oponente para anexar uma Head Ringer. E num formato com tantas energias especiais, também pode vir a ser útil para isso.

1 Lysandre: Acredito que seja o bastante para um deck com tantas possibilidades de dano no banco. Ao testar com 2, o espaço me fez falta para cartas que fizessem fluir mais o jogo.

4 VS Seeker: Dispensa qualquer explicação.

4 Super Scoop Up: A melhor carta do deck. Além da chance de reutilizar Crobats e Shaymin, “curar” um Manectric-Ex, voltando todas as energias e tool para a mão é sensacional e vai dificultar muito o jogo para o oponente. Um flip coin que vale a pena indiscutivelmente.

4 Ultra Ball e 3 Level Ball: Montar seu jogo o mais rápido possível. Ultra Ball e dá consistência e permite a busca de Shaymin-Ex. Enquanto Level Ball para ajudar a encher o banco de bats o mais cedo possível.

3 Trainer’s Mail e 2 Acro Bike: Encontrar os recursos necessários, fazer com que vc tenha mais opções durante o jogo e impedir que fique com uma mão morta.

1 Super Rod: Voltar pro deck recursos que tiveram que ser descartados no começo do jogo.

3 Muscle Band: Atingir o maior dano possível nos ataques, para reduzir a responsabilidade de KO com o dano de Bats.

2 Head Ringer: Garantir que o Ex do oponente tenha uma tool anexada para o Manectric bater o máximo com Assault Laser. Além de forçar um atraso no jogo do oponente e te dando tempo para montar outro Manectric no banco.

1 Parallel City: O deck não se incomoda com o lado vermelho, pois não tem atacantes prejudicados por ele, entretanto, o adversário pode sentir dificuldades em  montar o jogo com 3 slots no banco (principalmente se já tiver usado Shaymin). Em outra situação, pode te ajudar a limpar seu próprio banco em jogos que você teve que usar 2 Shaymin e não vai querer deixar nocautes fáceis. Além disso, permite reduzir o dano em partidas contra Entei/Charizard que precisam do hit de 170, Vespiquen e inclusive Seismitoad-Ex.

Energias

6 Energias Elétricas e 2 Flash Energy: Não é necessário mais do que 8 energias no deck. Por um lado, Flash Energy está aí para garantir que Gallade não leve os Manectrics em 1 hit. Também pode ser útil se Lucario e Mienshao estiverem presentes no meta.

Possíveis Techs para o formato XY-BKP

Wobbuffet PHF: Travar habilidades te dá uma vantagem grande em relação a decks como Greninja Break, Trevenant Break, Vespiquen/Vileplume e M-Rayquaza (tanto o dragão como o incolor). Além de se tratar de um atacante não EX interessante.

Delinquent BKP: Um suporte para atrapalhar a vida do oponente, além de descartar o Stadium em jogo, reduzir tanto a mão do adversário é um fator que dificulta certas ocasiões do jogo para ele.

Bursting Baloon BKP: Aparentemente pode parecer sem sentido, pois até então, sempre foi desejável ter uma Muscle Band anexada ao Manectric. Mas esse dano de efeito do Baloon,vai fazer o oponente repensar se vale a pena bater, o que pode te dar mais um turno com o Manectric livre de danos. Principalmente em Matchs contra Night March e Vespiquen, isso faz muita diferença, pois o atacante do oponente só vai bater se o dano alcançar o KO. Mas em outras partidas isso também pode auxiliar para os nocautes, talvez poupando o dano de bats em um Pokémon do oponente que decidiu atacar. Só tenha atenção com o Sky Return do Shaymin-Ex, pois voltando para a mão, ele não é nocauteado por este dano.

Startling Megaphone FFI: Nenhum deck que precise fechar muitos danos deveria jogar sem 1 desses no formato BKP. Pois com a chegada de Fighting Futy Belt (acrescenta 40 de HP e +10 no ataque de Pokémon básicos) vai ser muito mais difícil levar os nocautes. Então partidas que seriam fáceis acabam dependendo ainda mais do dano dos Bats. Além disso, pode te prevenir de tomar um dano extra de um Bursting Baloon no Manectric, então fique atento a isso também.

O deck e o meta

Ainda se tratando do formato XY-BKT, impossível não dar atenção a dois decks em especial: Night March e YZG (Yveltal/Zoroark/Gallade).  Não dá pra ir a qualquer torneio competitivo sem esperar enfrentar pelo menos um Night March, afinal o deck continua absurdamente forte como todos já estão cansados de saber.  Já Yveltal, sempre está presente no meta de forma indiscutível, e essa variação tomou popularidade por sua versatilidade e agressividade, contando agora com 3 atacantes que podem o auxiliar em situações distintas. Dois decks que dominam o formato e com poucas bad matchs, a grande sacada é que ambos têm partidas muito difíceis contra Manectric Bats e isso deve ser considerado para escolha desse deck.

O HP baixo dos Night March pode ser facilmente levado pelos bats, compansando muito a troca de prizes desfavorável do Manectric, que batendo com Over Run alcança 40 no ativo com uma muscle band e 20 no banco. Uma desvantagem grande ao NM, que para prevenir esses nocautes por habilidades, é forçado a usar Hex Maniac repetidamente, enquanto setupa seu jogo tomando esse cuidado de não dar o miss na Hex, pois 1 turno com habilidades liberadas pode ser o suficiente para uma virada de jogo.

Já Yveltal, por enfrentar uma fraqueza e com setup muito mais rápido, tenta resolver esse problema focando o jogo nas linhas de Zoroark e no Maxie Gallade, que pode aparecer para se aproveitar da fraqueza a lutador dos Manectric. Muitas listas de ZYG rodam sem nenhum stadium, mas é bom se atentar a um possível Shadow Circle, retirando fraqueza dos Pokémon com energia dark e dificultando os nocautes. Também é bom tomar cuidado extra com Zoroark para não ser surpreendido mesmo que você baixe poucos Pokémon no banco. Sua evolução Break pode copiar o Assault Laser do Manectric com apenas 1 energia dark. Poupar as Flash Energy também é importante, uma vez que o dano de 130 ou 150 (com muscle band) do Gallade não é o suficiente para nocautear em 1 hit o Manectric, o que pode te salvar de muitas situações. A propósito, Gallade também tem fraqueza ao tipo psíquico, então é bom se aproveitar dos Crobat batendo 100 com uma muscle band e uma energia.


 

 

Mineiro de Belo Horizonte, cresceu jogando Pokémon nos consoles. Jogador do TCG competitivo desde 2014. Estudante de Engenharia Civil e contrabandista no TCG Online nas horas vagas. Não perde uma oportunidade em conhecer novas estratégias e experiências de jogadores mais antigos, pra quem sabe conseguir crescer mais no jogo.
  • Diego Gama

    Wobboffet não trava Travenant acho, pois ele trava habilidade de pokemon menos psíquicos!

    • André Porto

      Sim, boa observação. Nessa partida ele só trava habilidade do Shaymin oponente e serve como um bom atacante, mas não faz você sair do lock de itens.

  • Boa Garoto, Ótima contratação !