Pokémon 101 – Construindo/Techando o seu deck

postado em: Pokémon 101 | 2
pokemon___route_104_by_aquanut-d7hs419
Comece sua jornada em busca do conhecimento…

Olá pessoal, eu sou Renato Simões e estou inaugurando hoje uma nova coluna no blog: Pokémon 101. Os meus textos aqui serão mais didáticos e terão o intuito de ajudá-lo a levar o seu deck e jogo para um outro nível. Neste primeiro texto eu vou ajudá-lo a entender como e quando você deve construir/techar o seu deck, ou seja, como tirar vantagem do seu conhecimento do meta para montar o melhor deck possível.

Pra começar falando de techs e como usá-las é necessário entender que, antes de techar, você precisa ter um deck definido, com uma estratégia bem traçada e que você saiba bem o meta game do local onde vai jogar. Não adianta você techar essa ou aquela carta para ter vantagem nesse ou naquele confronto se você nem ao menos sabe quais são os decks mais usados da sua região. Sendo assim, o primeiro ponto importante para techar com inteligência e eficiência é:

1. Conhecer bem o seu meta game

Conhecer bem o seu meta é saber o que é muito popular nele e o que é pouco popular, ou seja, menos provável que você encare em um campeonato. Por exemplo (aqui usaremos números fechados apenas para facilitar as contas), se você vai jogar em um torneio de 20 pessoas e estiver com um deck de Seismitoad EX/Slurpuff e sabe que o torneio vai contar com outros 5 decks de Seismitoad/Slurpuff, 4 Primal Groudon, 3 Yveltal, 2 Landbats, 2 Virgen, 2 Rayquaza Incolor, 1 Exeggutor e 1 Rayquaza Dragão, você sabe que seu meta é:

25% Seismitoad/Slurpuff
20% Primal Groudon
15% Yveltal EX
10% Landbats
10% Virgen
10% Rayquaza Incolor
5% Exeggutor
5% Rayquaza Dragão

Ou seja, você sabe que se você tiver bons Match ups na mirror, contra Primal Groudon e Yveltal vc já estará preparado para 60% dos outros baralhos do torneio, aumentando suas chances de se sair bem no pareamento.

Depois de estudar o meta você terá um segundo trabalho, o de encontrar as opções viáveis para o seu deck. Encontrar cartas que além de te auxiliar nas partidas necessárias, não atrapalhem a consistência do seu deck. Chegamos ao segundo passo:

2. Achando opções

Se você joga de Seismitoad EX é certo que seu deck conta com algumas coisas:

– 4 Double Colorless Energy (DCE);
– 3 ou 4 Muscle Band;
– 3 ou 4 Hypnotoxic Laser;
– 3 ou mais stadiums;
– Cartas para desacelerar o oponente como Hammers, Gears, Xerosic, Team Flare Grunt, etc.

O seu trabalho é encontrar o que combine com essa estrutura. Para isso, você precisa achar cartas que podem fazer a diferença em diversos match ups e que possuam e mantenham a harmonia do seu deck.

No deck de Seismitoad EX algumas coisas são importantes:

1. Atacar primeiro;
2. Impossibilitar o adversário de atacar por um ou dois turnos no decorrer do jogo;
3. Garantir que sua base de dano seja maior que a do adversário no início do jogo;
4. Manter o flow de Quacking Punchs.

A partir daí você tem algumas techs já bem claras e pode começar a estudar entre elas:

_xerosic__by_janna899-d6mv6ig
Estude e se prepare!

Shaymin EX (Roaring Skies – #77) – Como o Seismitoad do adversário vai impor a você as mesmas limitações de compra que serão impostas por você ao adversário, o Shaymin pode ser uma opção viável para te auxiliar nas compras no meio do jogo. A habilidade Set Up dele pode te ajudar a alcançar aquela DCE para manter o flow de ataque, pode te auxiliar a manter o disrupt de Xerosic, Team Flare Grunt e Cassius sem que você perca a possibilidade de comprar mais cartas no seu turno, além de ter uma excelente opção de dano no melhor esquema “Bater e Correr” sem existir a possibilidade de ser puxado para frente, uma vez que ele volta para a sua mão.

Leafeon (Plasma Freeze – #11) – O Leafeon pode ser um diferencial no seu deck na mirror match. Com resistência a Pokémons aquáticos e um ataque com custo de 1 energia incolor essa eevolution pode te dar uma base de dano bem maior que os 30 do Quacking Punch. O problema aqui é o fato de você acabar com o seu flow de Quacking Punchs, que vai deixar que seu adversário use itens. Cabe a você decidir se o ganho será maior que a perda ou não.

Mewtwo EX (Legendary Treasures – #54) – Mewtwo pode te ajudar com um dano alto que complementa dois ataques do seu Seismitoad EX. Com uma DCE o Mewtwo bate 80 em um Seismitoad também com DCE. A base de dano mais alta do Mewtwo faz dele um ótimo finalizador de Pokémon EX adversário. Ele também é uma ótima opção pra vários outros matchs.

Head Ringer (Phantom Forces – #97) – A Head Ringer é uma Gear, ou seja, uma Pokémon Tool que pode ser jogada no Pokémon EX do adversário. Como efeito ela aumenta o custo de ataque do adversário em 1 energia incolor. Se antes o Seismitoad do adversário atacava com 2 Energias incolores, agora atacará com 3 energias incolores, o que pode te dar um turno de vantagem caso consiga rapidamente ligar uma Muscle Band no seu Seismitoad. A Head Ringer tem o problema de só ser útil de verdade no primeiro turno do jogo, antes de seu adversário te dar um Quacking Punch. Você teria que tentar aumentar as suas chances de sair com ela logo no primeiro turno, o que te faria ocupar mais espaços com uma carta que mais pra frente no jogo poderá ser um peso.

Xerosic (Phantom Forces – #110) e Team Flare Grunt (XY Base Set – #129) – Xerosic é um supporter que te permite retirar uma energia especial ou uma Pokémon Tool ligada a qualquer Pokémon em jogo. Sendo assim você pode se livrar de uma Gear em seus Seismitoads além de se livrar de Muscle Bands nos Seismitoads dos adversários e também pode descartar as DCE’s dos Pokémon dele, tudo isso sem ser travado pelos Quacking Punchs.

Já o Team Flare Grunt é um supporter que te permite retirar uma energia ligada ao pokémon adversário, seja ela especial ou não. A vantagem do Team Flare Grunt sobre o Xerosic é que você pode usá-lo melhor em outros Match Ups além do mirror, visando tirar energias básicas dos adversários.

AZ (Phantom Forces – #91) e Cassius (XY Base Set – #115) – As duas cartas permitem que você tire um de seus pokémon de campo, limpando danos e condições especiais. A diferença entre elas é que o AZ faz com que você volte um pokémon do campo para sua mão enquanto descarta todas as cartas ligadas a ele, enquanto Cassius faz com que você retorne um pokémon do campo para o seu baralho JUNTO a todas as cartas ligadas a ele. Ambas as cartas são interessantes. Particularmente eu prefiro o Cassius que te dá a vantagem de poder voltar uma DCE e uma Muscle Band pro deck. Az, no entanto, pode ser bem interessante quando o seu único Seismitoad em campo é o que você necessita salvar dos danos/condições especiais.


Bats –
Linhas de evolução de Zubat, Golbat, Crobat podem te ajudar a completar danos e a não precisar de mais de dois ou três hits para dar o KO no oponente. O Crobat também te ajuda com o seu ataque que dá um snipe em Pokémon de banco do seu adversário por apenas uma energia incolor.

Enhanced Hammer/Crushing Hammer – Estas duas cartas podem te ajudar a desacelerar seu adversário e muito. Você pode deixá-lo, de um turno para outro, sem energias em campo e isso tudo sem usar supporters.

Silent Lab – Quebrar as habilidades de shaymins adversários e não ser muito vulnerável aos Safeguarders (Pokémon com a habilidade Safeguard, que impede danos feitos por pokémon EX naquele pokémon), além de barrar Wobbuffets pode ser de muita ajuda. Você também acaba travando decks que funcionam baseados em abilities de pokémon básico.

Super Scoop Up – Essa carta permite que, tirando cara, você volte um pokémon e todas as cartas ligadas a ele para sua mão. Isso serve para limpar danos e condições especiais do seu Seismitoad, assim como é muito útil em variações que usem Shaymin ou Bats.

3. Escolhendo as melhores techs para o meta

A última parte do processo é escolher bem o que usar para que você possa ter a vantagem contra a maior parte dos decks do meta. Hoje você tem vantagem contra apenas um dos decks, o LandBats, então seus match ups são mais favoráveis contra ele. Você precisa focar agora em derrotar os decks que representam a maior parte do meta.

A mirror match e o Primal Groudon representam 45% do meta, então seria ideal que você fosse favorito contra os dois, mas a realidade é bem diferente. Você sai em pé de igualdade na mirror e tem grande desvantagem no confronto contra Primal Groudon. Por isso e pela mirror compor 25% do meta, eu indicaria que você se voltasse mais para ter vantagens na mirror em vez de virar completamente as chances num duelo contra Groudon.

Tornando a mirror favorável, você será favorito em 35% dos duelos, o que já aumentou substancialmente suas chances de encontrar good matchs durante o pareamento. Agora você tem que procurar quais serão os outros decks que você tentará levar vantagem sobre. Neste meta e já tendo que techar para a mirror match eu indicaria que você tentasse melhorar suas chances contra os seguintes decks:

N.(Pokémon).full.330670
Faça suas escolhas!

Yveltal, Rayquaza incolor e Rayquaza Dragão, que, juntos, representam mais 25% do meta game. Conseguir match ups favoráveis contra estes 3 decks, além dos 2 já favoráveis te deixaria a frente de 60% do meta game. Sua lista deve visar então a consistência tendo que atacar os referidos decks.

As cartas que eu escolhi para levar vantagem sobre os decks que decidi ter match ups favoráveis são:

  1. Shaymin EX pelo supporte espetacular à compra do turno;
  2. Mewtwo EX, pela base de danos elevada e o potencial de finalizar pokémon;
  3. Head Ringer, pelo efeito de desacelerar os outros decks, o que pode te auxiliar muito em diversas oportunidades, inclusive impedindo um spirit link de ser ligado à um EX adversário, forçando o fim do turno para a evolução;
  4. Xerosic Team Flare Grunt, escolhendo os dois por causa da grande serventia de ambos os efeitos;
  5. Cassius por conservar a DCE no deck, o que pode te garantir a continuidade de Quacking Punchs;
  6. Silent Lab, por te judar demasiadamente nas partidas contra ambos os decks de M Rayquaza.

Isso feito, você agora tem que escolher quais techs irá levar para o torneio. É de suma importância entender que a consistência do seu deck deve ser mantida, portanto, vamos trabalhar em cima de uma lista base retirada do site 60cards.net.

Pokémon (12)
4x Seismitoad EX
3x Swirlix
3x Slurpuff
1x Dragalge
1x Skrelp
1x Jirachi EX

hammer-deck-seismitoad
Quaking Punch!!!

Trainer (31)
1x Lysandre’s Trump Card
3x Acro Bike
2x Trainer’s Mail
4x Hypnotoxic Laser
3x VS Seeker
3x Ultra Ball
3x Muscle Band
2x Float Stone
2x Virbank City Gym
1x Computer Search
3x Professor Juniper
2x N-supporter FA
2x Lysandre

Energy (4)
4x Double Colorless Energy

13 Espaços para techar/construir seu deck visando o meta.

Tendo 13 espaços no deck e tendo escolhido 7 cartas importantes como tech, vamos completar o deck da seguinte maneira:

2x Shaymin EX
1x Mewtwo EX
3x Head Ringer
1x Xerosic
2x Team Flare Grunt
2x Cassius
2x Silent Lab

A sua lista final ficaria assim:

Pokémon (15)
4x Seismitoad EX
3x Swirlix
3x Slurpuff
1x Dragalge
1x Skrelp
2x Shaymin EX
1x Mewtwo EX

Trainer (41)
1x Lysandre’s Trump Card
3x Acro Bike
4x Hypnotoxic Laser
3x VS Seeker
3x Ultra Ball
3x Muscle Band
2x Float Stone
2x Virbank City Gym
1x Computer Search
3x Professor Juniper
2x N-supporter FA
2x Lysandre
3x Head Ringer
1x Xerosic
2x Team Flare Grunt
2x Cassius
2x Silent Lab

Energy (4)
4x Double Colorless Energy

Agora é só testar o deck, garantir que suas escolhas não atrapalharam a consistência do seu baralho nem a qualidade dele. Assim você poderá estar mais preparado para o que virá no campeonato e tem 60% de chances de ser pareado de forma vantajosa. Espero que tenham gostado. Qualquer observação, sugestão, críticas ou elogios, é só deixar seu comentário aqui embaixo. Um abraço!

300px-Old_Winners_Trophy
…até se tornar um campeão!

Jogador de Pokémon TCG desde 2011, apresentador do Meta! Podcast e Professor Pokémon.

  • Wallysson Lima

    Matéria top! Boa Simões

  • Curto muito esse tipo de matéria, até mais que decklists, são matérias assim que ajudam as pessoas a procurarem techs e formas diferentes de montar os decks.