Tier Deus (?) O poder de Mewtwo – com Dyego Rathje

postado em: Análise de Decks, Anuncios, PRC-ON | 0

Olá galera, estou de volta com outra análise PRC-ON continuando a sequência do novo formato e dessa vez com auxílio de Dyego Rathje, campeão nacional da temporada 2014/2015 e terceiro lugar no nacional da temporada 2015/2016. Vamos destrinchar o deck com mais hype no novo formato e que promete bons resultados, causando muita preocupação aos players que esperam enfrentá-lo.
Dyego vem testando o deck de Mega Mewtwo-Ex a 3 meses, testando contra diversas matches somente pós-rotação. Chegou a 3 finais dos nossos campeonatos Mensais (todos no formato XY5-ON) utilizando esse deck. O que confere uma base prática superior ao que temos em outras análises por aí na internet.

dsc01759
Garoto prodígio de BH fala sobre o deck de Mewtwo

“Mewtwo é especialmente forte nesse formato porque consegue jogar bem contra a maioria dos outros decks presentes. Um ponto forte de Mewtwo no formato seria não ter grandes atacantes batendo em sua fraqueza, podendo nocautear grande parte do formato com uma média de 3 energias anexadas a ele. Além disso, o controle de dano no ativo com Damage Change te garante posições favoráveis em diversas situações da partida.
A principal observação: Mewtwo é um deck muito forte mesmo para iniciantes, podendo causar muito estrago. Mas nas mãos de um bom player, ele pode se tornar imparável.”


Lista Base:

 Comentários sobre escolhas principais:

4-3 Mega Mewtwo-Ex e nunca 3-3
Melhor que 3-3 pois é um dos poucos Megas do formato em que você quer começar com o básico. Pois você pode acumular um certo dano no começo do jogo, poupando energias futuramente no Mega, e ainda controlar o jogo com Damage Change no Mewtwo-Ex básico.

Terceira Float Stone
Você não precisa de Garbodor em todas as partidas. Mas nas que ele se mostra necessário, precisa ficar pronto no T2. Então a adição da terceira cópia de Float se justifica por ser uma carta que você vai querer ver na sua mão nesses jogos

1 Skyla
Não consigo abrir mão desta cópia nesse formato. Busca Spirit Link, Float Stone, estádio, Mega Turbo entre outros recursos fundamentais pro decorrer da partida. É um espaço muito bem utilizado.

1 Hoopa-Ex
Cheguei a testar o deck sem Hoopa por questão de gosto, mas ele acabou ganhando espaço na lista pois ajudou muito mais do que o esperado. Roda muito melhor. Também se mostrou fundamental para o deck conseguir acompanhar a velocidade imposta na partida contra Mewtwo Turbo, que não utiliza Garbodor.

1 Hex Maniac
Porque mesmo tendo Garbodor, ele pode não estar em campo num momento necessário, pegando o oponente desprevinido. Counter de Giratina-Ex que tende a querer puxar Garbodor no banco.

Segundo Parallel City
2 cópias garantem a melhor match contra Rayquaza e Xerneas Rainbow Road. Além de diminuir o dano de Volcanion, Greninja, Vespa, etc. que estão constantemente presentes no Meta. É outra daquelas cartas que você quer ver em sua mão em certos jogos.

0 Pokémon Ranger
Não sinto que pro meu estilo de jogo seja fundamental.
Por quais motivos usar: Giratina, Regice e Glaceon.
O porque de não gostar do uso:
Regice: traçaria a estratégia com o Damage Change zerando sempre o meu dano. Tornando o KO impossível para ambos os lados, literalmente um stall. Caso o oponente venha atacar com outro pokémon, Mewtwo será mais forte.
Glaceon-Ex: iniciaria com a mesma estratégia de Damage Change, mas com um diferencial: Glaceon só previne danos de ataque, então diferente de Regice e Giratina-Ex, trocaria os danos com o Mewtwo. Isso abre brechas para que o Mewtwo-Ex surja do banco para completar danos de nocaute. Estejam sempre alerta para o ataque de cima do Glaceon-Ex, 20+10 para cada marcador de dano no ativo do oponente.
Giratina-Ex: seria a partida em que o Ranger faria mais falta, mas vc pode manter a estratégia de montar o Mewtwo-Ex base dando Damage Change e Lysandre/Escape Rope até encontrar a Hex Maniac. Porque você não depende de DCE para matar Giratina, já que ele usa 4 energias, 2 já seriam suficientes para nocaute. 3 caso use FFB.

Faltou espaço para:

+4 Puzzle of Time
Reutilizar tudo no deck é sensacional. Particularmente gosto muito de utilizar, mas consome bastante espaço e isso deve ser levado em conta.

+1 Escape Rope
Para termos gerais,uma opção extra de recuo, principalmente para Mewtwo com Spirit Link já anexado. Mas em alguns casos um item Lysandre (podendo ajudar também contra Regice e Glaceon).

+1 Enhanced Hammer
A remoção de energia especial seria muito bem vinda na Mirror match, tanto contra Rayquaza ou mesmo atrasando Giratina-Ex e outros atacantes pesados em 1 turno.

Tech situacional:

+1 Lugia-Ex AOR 68
Listas de Xerneas/Gardevoir só utilizam 1 cópia da Mega Gardevoir-Ex dual type, e sozinha, ela pode tornar essa match um pesadelo para o Mewtwo. Não se trata de uma match impossível como seria no caso do deck focado na Dual, mas que se torna muito mais fácil com a Lugia-Ex.
Além disso, pode trocar 2 hits com Giratina-Ex por duas energias básicas, o que pode ser interessante para a match.
Entretanto, esse deck de Xerneas/Gardevoir não está tão popular no momento e estamos tratando de uma tech bem específica e que pode prejudicar a consistência e simplicidade da mecânica do Mewtwo diante da maioria dos outros decks relevantes do formato.


Matches

greninja_by_meteoris-d6p5fx91.Greninja

Greninja se beneficia muito de um meta sem muitos Garbodor. Principalmente no que diz respeito ao enfrentar versões ‘puras’ ou ‘turbo’, que sofrem ao tentar manter seu jogo fluindo enquanto mantem um lock de Hex Maniac nos Giant Water Shuriken.
Entretanto, a partida se torna particularmente fácil com o uso de Garbodor. Esse, deve ficar pronto T2 ou no máximo T3. Caso ultrapasse isso, a match tende a favor do Greninja pois serão preciso 6 energias para nocaute em um Greninja Break.

2.Rayquaza incolor

Rayquaza tem o potencial de 1HKO em qualquer coisa que o jogador de Mewtwo promover. É de se esperar que haja uma explosão nos primeiros turnos e que assim, ele puxe prizes mais rapidamente que você.
250px-Rayquaza-ROSAEssa partida só ficará extremamente fácil a partir do momento em que essa explosão acontecer e ele puxar 3 prizes. Nesse ponto do jogo, será necessário acertar um N com Parallel City e fechar o lock de habilidades com Garbodor em jogo. Assim não há possibilidade de recuperação para o Rayquaza e a partida estará na sua mão.

“Uma das partidas mais fáceis para Mewtwo Garbodor” diz Dyego.

3.Rayquaza Dragão

Outra partida onde Garbodor é fundamental. 65-35 para o Mewtwo se montar Garbodor, impedindo aceleração de energia por habilidade (Reshiram/Clawitzer) e recuo com Hydregon-Ex. Assim, impossibilita que o oponente mantenha o fluxo de ataques para ganhar o jogo, sendo que a capacidade de resposta do Mewtwo é muito mais rápida por ter um mecanismo de funcionamento mais simples, dependendo de menos cartas para fluir jogo.

volcanion-pokemon4.Volcanion

É uma partida definida basicamente nos dois primeiros turnos de jogo, que determinam se Garbodor vai ficar ou não na mesa durante o jogo. Sem ele, é uma partida complicada para o Mewtwo, uma vez que Volcanion baby chega a 170 de HP com Fighting Fury Belt batendo razoavelmente até 120 com uma energia (utilizando buff de 3 volcanion-Ex), tratando-se de um atacante não Ex que fará um jogo de 7 prizes bem incômodo.

5.Darkrai/Giratina

O principal nessa partida será montar o Mega Mewtwo-Ex rapidamente porquedarkrai_smogon com certeza o oponente virá pra cima com Giratina. Então no primeiro turno, você deve baixar um Trubbish com Float Stone independente do que acontecer. Sem isso, depois que a Giratina bater, será impossível montar Garbodor já que não utilizo Pokémon Ranger. Então nessa match o objetivo é: conseguir fazer Garbodor e bater de Mega Mewtwo. Caso o hit da Giratina venha antes do esperado, montar um Mewtwo com poucas energias básicas para conseguir um KO fácil com Hex.
Também não há necessidade de se preocupar com o oponente puxando prizes mais rápido que você. É possível segurar a partida com um N e aguardar o momento de usar Hex pra virar o jogo.
Darkrai-Ex dificilmente dará um hit nessa partida, se isso acontecer, as coisas já fugiram de controle. Então a trocação de 2 hits acaba por favorecer o Mewtwo, uma vez que estará livre do lock da Giratina para montar Garbodor e etc. Além do acesso a Damage Change associado a Lysandre, controlando ainda mais o jogo.

6.Xerneas Rainbow Road

xerneasNão há muito segredo nessa partida. Não há dependência de Garbodor na match, mas deve haver um alto controle sobre os Shaymin-Ex que são baixados. Pois, se o oponente montar 2 Galvantula, pegará 4 prizes fáceis no jogo.
Um Mega com poucas energias dá conta dos KOs nos Xerneas, então só resta acertar os Parallel City quebrando o dano do oponente, ficando atento a troca de prizes. N e Damage Change mais uma vez serão de grande valia, pois vão dificultar para que você tome 1 hit na volta.
Manter o fluxo de dano e energias será muito mais trabalhoso para o Rainbow Road, motivo que ainda não permite que esse deck esteja brilhando no formato.

7.Mega Scizorm_si

Contra Scizor é preciso que você tenha pronto pelo menos um Mewtwo-Ex com 2 energias básicas e segurar. Porque quando o Scizor te bater, será preciso o Lysandre buscando principalmente Shaymin-Ex no banco para o Damage Change. Mega Scizor quebra o estádio, descarta suas energias especiais, tem resistência a psíquico, então não se trata de uma match onde você vai querer partir para a trocação franca. A troca de danos será a maior arma durante a partida.

8.Mewtwo (Mirror)

A mirror de Mewtwo é a partida mais indefinida, pois depende de muitos fatores. Por exemplo, como serão distribuidas as energias em campo no decorrer da partida. O ideal é começar com um Mewtwo-Ex distribuindo danos de 60 e 120 batendo na fraqueza com 1 ou 2 energias, facilitando os KOs late game, evitando situações em que você tenha que ligar 4 energias em um Mega Mewtwo-Ex para buscar os nocautes. N é mais uma vez fundamental para as retomadas.
“Não há como definir um padrão de jogo na mirror, se trata da partida mais estratégica de ser jogada com o deck”


Considerações finais:

Mewtwo claramente se trata de um dos decks mais visados em campeonatos desse novo formato. E, de acordo com nossosbaby-mewtwo meses de testes em Minas Gerais, isso não se mostrou um problema e até mesmo os jogadores mais céticos (a turma do “o jogo é jogado”) teve que assumir a força do deck frente ao meta diante dos resultados práticos. Entretanto, um novo fator será adicionado a essa conta: Mewtwo baby que será lançado no set da XY Evolutions. Se por um lado, é o atacante não Ex que o deck pedia, é por outro o pokémon que te preocupará na mesa do oponente, regulando quantas energias você pode baixar na partida.

Nos veremos em São paulo?
Estejam preparados, porque bons jogadores de Mewtwo já deram a partida a muito tempo.

Mineiro de Belo Horizonte, cresceu jogando Pokémon nos consoles. Jogador do TCG competitivo desde 2014. Estudante de Engenharia Civil e contrabandista no TCG Online nas horas vagas. Não perde uma oportunidade em conhecer novas estratégias e experiências de jogadores mais antigos, pra quem sabe conseguir crescer mais no jogo.