TOP 10 – Decks para Curitiba, por Sid Guimarães

Faaaala galera! Me chamo Sid Guimarães e estou aqui para fazer mais um TOP10 Decks! Dessa vez com um gostinho especial, focando no regional de Curitiba, o último grande premier que teremos em terras brasileiras. Infelizmente não poderei participar, mas isso não me impediu de continuar treinando bastante o formato PRC-SM2, e claro, escolher meus favoritos.


TOP 10 – Greninja, Gyarados e Rayquaza


Não tinha como eu decidir qual dos três decks merecia estar na lista e quais não deveriam nem aparecer. Então fui esperto mesmo e adicionei os três no TOP10, pois acho que todos ainda têm um forte impacto no metagame e merecem muita atenção!

Greninja sempre foi um bom deck, mas com Field Blower e Choice Band assumiu patamares de top tier deck novamente. A lista apresentada é focada em consistência para evitar as famosas zicas do deck. A pior parte do meta para o deck é a grande força de Lurantis, Tapu Bulu e Decidueye, as plantas estão ficando cada vez mais fortes.

Além do Greninja, outro grande deck que ganhou um boost com Choice Band foi Gyarados. Agora, com Machoke, ele consegue escapar de predadores naturais, como Tapu Koko Promo e Decidueye-GX. Agora, com acesso a Choice Band, como dito anteriormente, consegue atingir números ainda maiores de ataque, não ficando tão vulnerável a Magikarps prized.

Muitos pensaram que Sudowoodo iria colocar um fim em Rayquaza, mas se enganaram. O deck continua fazendo TOPs nos torneios por onde passa e ainda merece atenção, por isso, não tirem seus Sudowoodo da lista ainda! Haha. Com certeza terão alguns Rayquazas em Curitiba!




 


TOP 9 – Darkrai


Outro deck que parecia morto com SM2, graças a Field Blower, era Darkrai. Mas graças a genialidade de Robin Schulz, o deck demonstrou bastante potencial, deixando claro que além de consistente, ainda possui uma partida forte contra Garbodor. Ventilador de Campo? Boa sorte contra 4 Exp. Share e 4 Choice Band! O deck realmente é focado em bater muito e com 15 energias + Band, ele consegue!

 


TOP 8 – Metagross


Uma novidade nos torneios lá fora foi Metagross-GX e por isso ele não poderia faltar nesse TOP10. Um dos grandes jogadores do mundo, Connor Finton, optou por usar esse deck em um dos regionais dos EUA, conseguindo um incrível TOP8 (um outro Metagross também fez final nesse mesmo torneio).

 

 


TOP 7 – Volcanion


O meu deck favorito dessa temporada 2016-2017, Volcanion, está mostrando aos poucos que não está morto. Com alguns TOP 8 em regionais e League Cups dos EUA, o deck mostrou que com novas cartas, como Starmie, a consistência continua, mas sem o uso de tantos itens. Azul Garcia, um dos grandes jogadores americanos nos mostrou isso.


TOP 6 – Ninetales


Um deck que está ganhando cada vez mais força por seu ataque GX, consistência e ótima partida contra boa parte do meta é Alolan Ninetales-GX. A lista apresentada já conta com Tapu Koko Promo para auxiliar na partida contra Gyarados e também ajudar na matemática dos 190 do ataque da Ninetales (160 + 30 da Band).

 


TOP 5 – Tapu Bulu-GX/Vikavolt


Outro deck que vem ganhando destaque e já tem uma vaga especial no meu coração é Vikavolt/Bulu. Seu mecanismo é extremamente divertido, consistente e forte. Para os que jogam desde 2013-2014, vão se lembrar do famoso Blastoise/Black Kyurem ao utilizar esse deck. Com certeza, uma das ótimas pedidas para Curitiba!

 


TOP 4 – Decidueye-GX/Alolan Ninetales-GX


Um deck que continua forte desde PRC-SM1 é Decidueye. Agora com Ninetales, Drampa, Turtonator, Tapu Koko Promo e inúmeros outros possíveis amigos, o deck mantém a consistência de sempre aliado a um poder maior de ataque. Com um meta mais lento, que permite até o renascimento de decks com Rare Candy, Vileplume pode ser apoiar nisso para crescer ainda mais.

 


TOP 3 – Garbodor


O que? Garbodor não está em primeiro? Isso mesmo. Garbodor/Drampa é um dos melhores decks do formato, sem dúvida, mas também é o mais visado. Quem optar por jogar com ele com certeza terá um deck super consistente em sua mão, mas também poderá enfrentar uma série de decks construídos especificamente para ganhar do favorito ao posto de BDIF. Porém, assim como Yveltal antigamente, o deck acaba ganhando na grande consistência que possui + o alto poder de fogo de Drampa-GX.


TOP 2 – Vespiquen


Se eu tive uma aposta que deu certo, essa foi Vespiquen. O deck só mostrou ótimos resultados desde que iniciou o formato PRC-SM2. TOP2, TOP1 e inúmeros TOP8 nos 03 primeiros grandes regionais que tivemos no formato. Sua consistência, possibilidade de dar somente um prize e acesso a Choice Band, fazendo até os GXs com grandes HPs se tornarem viáveis para OHKO, fizeram com que Vespa ganhasse o posto de TOP2 do nosso TOP10. Michael Pramawat foi quem conseguiu colocar o deck no topo do regional e por isso, sua lista deve ser considerada como a “base” ao construir o deck.

 


TOP 1 – Zoroark


Por ultimo, o nosso campeão do TOP10, Zoroark/Drampa! Uma saída do formato para responder bem a Garbodor, Zoroark é com certeza uma das melhores pedidas para Curitiba. O acesso ao Zoroark BREAK aumenta as opções de ataque do deck infinitamente! É absurdo você imaginar que com uma energia dark, você consiga nocautear um Tapu Bulu-GX copiando seu ataque de 120+80 e dar apenas um prize na volta, além de conseguir bater altos números em Garbodor, Volcanion e Ninetales! Cuidado apenas para não enfrentar um Passimian, ein? Haha


Então é isso ae galera, espero que tenham curtido! Vocês concordaram com o TOP? Mudariam algum deck de posição? Adicionariam ou removeriam algum? Qualquer coisa já sabem, só mandar uma mensagem por inbox que eu curto demaaaais conversar sobre o metagame. Espero que essas listas ajudem vocês nos treinos e nos últimos insights para Curitiba! Boa sorte a todos!

 

Abraços,

Sid Guimarães.


Muito obrigado Sid pela ótima análise do metagame para o Regional de Curitiba! A equipe da TCMG agradece de coração sua colaboração e sempre teremos portas abertas para sempre que você quiser compartilhar um pouco de conhecimento e informação conosco.

Boa sorte na sua jornada e até a próxima o/

Jogador desde quando saiu a Base Set aqui no Brasil, tendo minha melhor temporada 11/12, onde que no Nacional 2012 consegui o primeiro top pra Minas Gerais, ficando em 7º colocado. Venci alguns torneios como City's e BR's e top's nos Regionais. Parei por um tempo, mas estou de volta para esse incrível jogo.
  • Leozinho

    Este Sid é demais!