Volcanion – O favorito dos Brasileiros

postado em: Análise de Decks, PRC-ON | 0

E aí amigos da TCMG, tudo bem com vocês? Nervosos para o Intercontinental Sul Americano? A maioria de vocês deve saber qual deck vão utilizar e já devem ter treinado muito contra todos os decks do formato, porém hoje vou falar do deck com carimbo #huebr. Volcanion é muito popular no Brasil, sempre alcançando boas colocações, e até agora nos League Cup tem sido o líder de CP’s obtidos. Então resolvi fazer uma análise diferente das que estão acostumados e dar ênfase nas partidas que ele tem, pois já está cheio de conteúdo na internet que explica o funcionamento do deck.

Essa é uma lista padrão, utilizada pelo Pedro Eugênio Torres, campeão do Intercontinental da Oceania, servirá de base para nossa análise.

Pokémon (11)

4x Volcanion EX -STS 26 f / 107 f / 115 f
3x Volcanion – STS 25
1x Hoopa EX – AOR 36 f / 89 
2x Shaymin EX – ROS 77 / 116
1x Salamence EX – XY-PR 170

Energias (12)

12x Energias de Fogo


Funcionalidade:


Para se jogar com Volcanion é só seguir a fala de um grande poeta/jogador: “steam up, steam up, steam up, ko”. Guimarães, Sid. Brincadeiras à parte, o deck tem que ter alguma malícia e isso vem com treino. A escolha das suas techs também são bem importantes. Como Volcanion é um deck que todos já sabem jogar vou citar algumas peculiaridades dessa lista.

Salamence-EX: A única observação que vou colocar aqui é a adição de Salamence-EX no seu baralho, melhora a partida contra Darkrai, M Rayquaza e M Mewtwo. É um ótimo atacante em que pode dar K.O. em tudo dos decks citados acima, fazendo com que o oponente pense 2 vezes antes de baixar um monte de Pokémon no campo, já que seu ataque com 3 de custo bate 10 + 50 para cada EX que seu oponente tem em campo. Sem contar que ele não tem a desvantagem de ficar 1 turno sem atacar, isso ajuda muito.

Sky Field: Os espaços extra no banco são muito proveitosos, pois assim é possível utilizar o máximo de Shaymin e quando o oponente trocar retirar do jogo aquele Pokémon ferido ou Shaymin que serão alvo de Lysandre.

Uma carta interessante a se pensar é adição de Pokémon Catcher, essa carta que tem toda marca brasileira e melhora em muito a mirror e outras partidas interessantes, mas com a ascensão do Vileplume, pode travar suas mãos e te fazer perder por bad draw.

Então vamos a análise das partidas.


Partidas


Deciduye-GX/Vileplueme: Volcanion é o counter natural do tipo planta. O único problema que temos aqui é que o Vileplume dificulta e muito a match. Vejo como uma partida bem controlada pelo Volcanion, porém, que não permite erros. Um Pokémon que desce errado no banco pode decretar sua derrota, mas mesmo assim se conseguir montar uma mesa sólida onde não fique refém do Lysandre para travar, Volcanion pode ter uma vida tranquila. E esse é um dos motivos que me faz ter bastante confiança no deck.

Deciduye-GX/Jolteon-EX/Vileplume: Aqui as coisas se complicam um pouco mais. Pois ficar sob de lock de itens e tomando ataques do Jolteon pode ser complicado pra acertar o Pokémon Ranger na hora certa e conseguir a virada de jogo. O Deciduye 2.0 foi criado pra ganhar de Volcanion, mas não acho que valha a pena, pois o deck fica mais inconsistente. Então como o baralho já usa Ranger, fica sempre a espera daquela jogada de sorte, já que com um “Steam UP” + Ranger você nocauteia o Jolteon-Ex.

Turbo Darkrai-EX: Por isso o Salamence-EX está no baralho. Como o Darkrai precisa colocar várias energias distribuídas e seu baralho consiste em 95% de EX, o seu dragão vai brilhar nessa partida. Porém é preciso tomar cuidado porque Darkrai é um deck que tem 50/50 com quase tudo do baralho, tem uma aceleração tão rápida quanto a sua e as energias são conservadas no jogo devido aos EXP Share. Além disso, conta com Silent Lab, que pode ser uma dor de cabeça. É uma partida bem jogada onde ambos jogadores devem estar bem treinados.

M Rayquaza-EX: A capacidade de 1 hit do Quaza pode ser um problema, além da velocidade e utilização de Hex Maniac nos turnos chaves. Aí de novo que vai brilhar o Salamence-EX, encontrando o nocaute do dragão branco com muita facilidade. É uma partida não tão favorável para o Volcanion, mas nada que seja impossível.

WaterBox: Se tem uma partida complicada é essa. A fraqueza deve ser levada em conta e a vida alta do Lapras também é complicada. Pois com 1 ataque dá um hit no Volcanion e isso te deixa em posições de jogo complicadas. Para ganhar essa partida é necessário ter um início muito rápido, e mesmo assim a vantagem será do Waterbox.

M Mewtwo-EX/Garbodor: Outra badmatch, já que a troca de dano do Mewtwo é muito chata e te nocauteia muito facilmente e com segurança com o Garbodor em campo. É outra partida em que se abusar bem do Salamence-EX pode ser o ideal, lembrando que o seu deck também é mais rápido. A maioria dos jogadores que converso prefere pegar Waterbox do que Mega Mewtwo pela dificuldade, a Catcher nessa partida pode fazer toda a diferença.

Volcanion: A mirror depende da formação da lista, acertar as Max Elixir. Montar dois Volcanion EX te dá uma vantagem muito grande, e caso consiga matar um EX dele com seu Volcanion Baby, a troca de prizes se torna sua aliada. É uma match a se preocupar bastante, pois é alta a chance de se deparar com mirrors.


Conclusão


Acredito que Volcanion seja uma boa pedida para o Intercontinental, no Meta!Podcast que gravamos essa semana falamos bastante e uma das apostas dos convidados foi ele, então é sempre interessante treinar bastante contra, porque verá bastante aqui no Brasil. É isso, não perca nessa ou na próxima semana o Podcast especial que foi gravado com as lendas, Ponce “Pokeparadise”, Sid Guimarães “A lenda nordestina”, Douglas “Snake” Borges e “Vina”, todos MONSTROS e vão aprender muito sobre o papo que tivemos.

Enfim, espero que tenham gostado, é uma matéria para você que está pensando no deck, claro que sob meu ponto de vista, espero encontrar com todos vocês leitores da TCMG no Inter e se possível bater um papo. Fique a vontade para comentar, elogiar/criticar, é isso pessoal. Até semana que vem! 😉

Gostou desse deck? Achou ele forte/poderoso e quer jogar com ele ainda hoje pelo Pokémon TCG Online ?? Então está resolvido, você pode conseguir a base virtual deste deck por aqui: http://www.pokeparadise.com.br/

Jogador desde quando saiu a Base Set aqui no Brasil, tendo minha melhor temporada 11/12, onde que no Nacional 2012 consegui o primeiro top pra Minas Gerais, ficando em 7º colocado. Venci alguns torneios como City’s e BR’s e top’s nos Regionais. Parei por um tempo, mas estou de volta para esse incrível jogo.