WaterBox 2.0 – Como está você nesse novo formato?

E ai galera, eu to de volta aqui para falar de um deck que venho testando e gostando bastante. É um deck bastante versátil e que no formato passado era um pouco diferente, porém agora acho mais rápido e ainda mais fácil de bater acelerado. Além de ter counter para alguns decks legais do formato. Vamos dar uma olhada no WaterBox Guardians Rising. Então, vamos a lista:

Pokémon (12):

3x Lapras GX – SM 35 / 139 / 151
2x Glaceon EXFAC 20 / 116
1X Palkia EX – BKP 31
2x Manaphy EX – BKP 32 / 116v
2x Shaymin EX ROS 77v / 106
1x RegiceAOR 24 ArticunoROS 17
1x Sudowoodo – GUR 66

Energias (12):

12x Water Energy

Consiga todas as cartas com nosso parceiro com os melhores preços: http://www.pokeparadise.com.br/ 

Lembrando que é uma lista PADRÃO e você deve modificar de acordo com seu estilo de jogo e o metagame local.


Card-by-card

3x Lapras GX – Seu atacante principal no deck, além de te ajudar bastante a setupar no inicio de jogo, seu ataque collect compra 3 cartas para a mão do deck, mantendo a consistência em jogo aqui. Seu segundo ataque Blizzard Burn, causa 160 de dano, porém o mesmo não pode atacar no próximo turno, um drawback chato, porém justo. E seu ataque GX Ice Beam, bate 100 e deixa o Pokémon do adversário paralisado. Sem dúvidas um ataque muito forte, e que se o oponente não possuir algo para recuar, aquele pokemon ali já era.

2x Glaceon EX – Inicialmente era apenas um, porém com a quantidade de deck utilizando Pokémon stage 1 ou 2 (Garbodor, Greninja, Trevenant, Decidueye, Alolan Ninetales, Lurantis e por ai vai) achei melhor aumentar a linha dele. Caso não saiba, ele está aqui porque seu segundo ataque Crystal Ray, bate 70 e impede que esse Pokémon receba danos de ataques de Pokémon que são evoluções (ou seja, aquele Talonflame que você desceu T1, não causa dano também). Porém, ele recebe efeitos, então ainda está refém de algumas situações de jogo. No mais, o Glaceon serve mais pra dar uma segurada de jogo, pois seu baixo dano faz com que ele demore muito a nocautear um Pokémon, então a ideia aqui é bater com ele e subir uma Lapras em seguida pra matar o serviço.

1x Palkia EX – O setupador do deck, por 2 energias, bate 40 e liga duas energias de água no banco em um Pokémon. Interessante em alguns casos, mais interessante para poupar gasto de recursos do deck (itens como Max Elixir e Aqua Patch).

2x Manaphy EX – Está aqui para dar recuo zero pra todo mundo com energia de água ligada nele. Além disso, serve MUITO para dar donk em Pokémon pequenos como Froakie, Eevee, Rowlet e Alolan Vulpix o que é MUITO FÁCIL de fazer nesse deck.

2x Shaymin EX – Desnecessário explicar.

1x Regice /Articuno – Em fase de testes, os dois são relativamente bons atacantes não EX, coisa que não tem muita opção por ai para os Pokémon de água. Regice consegue bloquear ataques de todos os Pokémon EX do oponente, inclusive efeitos, porém toma dano dos Pokémon GX, o que complica a vida dele. Por outro lado, existe o Articuno que com sua Ancient Trait Delta Plus, pode pegar um prize a mais do oponente, o que pode ser MUITO FODA em algumas partidas (depende da sua sorte com moedas), batendo 20 + 40 para cada cara (você lança 3 moedas) e equipado com Choice Band, você pode chegar ao dano de 170 (O.O), o que é muito forte, pensando que você pode pegar um prêmio a mais e desequilibrar uma partida totalmente com isso. Porém, gosto de Articuno em versões do deck que utilizem Ninja Boy para maiores surpresas e como esta versão está sem, ainda estou em dúvida.

1x Sudowoodo – Cara, eu gosto demais dessa carta, limitar o banco do oponente a 4 é MUITO divertido, e em algumas matchs aperta o jogo do oponente bastante (Volcanion, Decidueye, Mega Rayquaza, Mega Gardevoir STS e outras), além de eu achar que Rayquaza é uma match HORRÍVEL pra esse deck, então coloquei ele pra dar uma força.

4x Sycamore – 3x N – 2x Lysandre – Padrão na maioria dos decks, adiciona consistência (na minha visão) e vem na mão com facilidade.

1x Professor Nogueira – Como hoje em dia nenhum deck deixa tool na mesa por muito tempo (field blower), não confio muito nas Choice Band e Fury Belt do deck, então ele está aqui para fechar o 180 de dano altamente necessário em matchs contra Drampa, Tauros, Tapu Lele, e outros básicos (170 e 180 de HP), além de tornar possível bater 210 com esse deck.

1x Hex Maniac – Não é 100% necessário, mas acho útil nas partidas contra Greninja que se tornou popular novamente, e contra quaisquer decks mais dependentes de habilidades, eu particularmente, não gosto de jogar sem uma cópia da carta.

4x Ultra Ball – 4x Vs seeker – outra linha padrão para a maioria dos decks, salvo algumas exceções.

4x Aqua Patch – vocês lembram como Dark Patch era forte né? Pois é, aqua patch também é, e causa estrago. Em casos de sorte é possível bater com a Lapras no T1 (O.O) e sair batendo forte no adversário e fazer estrago logo de cara. Além de acelerar e muito o setup tanto do early game, quanto salvar o end game.

3x Max elixir – Apenas 3 na minha visão foi suficiente, já que acaba utilizando mais a aceleração por aqua patch do que por Elixir nesse deck.

2x Trainer’s mail – reduzindo unicamente por causa de Garbodor, porém gostaria de utilizar 3 no deck, apesar de não ter achado espaço.

2x Choice Band – 1x Fighting Fury Belt – Achei a quantidade interessante e equilibrada, nem tão focada para matar EX e GX, e nem tanto dependente da vida extra do FFB. Causando 30 de dano a mais no ataque, Lapras consegue fechar dano em TODOS os básicos que jogam atualmente (esqueça Wishiwashi e Wailord, tá morto). Com fury belt, vira um tanque de 230 de vida. Torça para seu oponente ter gastado a Field Blower dele.

2x Rough Seas – Achei um número bom, entrar, curar seus 30 e fazer seu papel. Mais que suficiente.

1x Parallel City – Uma faca de dois gumes nesse deck, entra aqui para limpar nosso banco em algumas situações – Remover seus Shaymin da mesa, e algum Pokémon danificado, até para você reaproveitar as energias dele em outro Pokémon com aqua patch. Por outro lado (literalmente), podemos fechar ainda mais o banco do oponente travando sua estratégia, porém limitando nosso dano na mesa.

1x Field Blower – Olha ela ai, staple em todos os decks agora e para mim deveria ter mais uma, porém não consegui espaço (quem sabe sumindo com as mail).

1x Rescue Stretcher – Muito mais útil nesse deck que a super rod, visto que é melhor ter as energias no descarte que na mão, além disso, permite voltar um Pokémon para a mão, ou três para o deck, se tornando bem versátil e salvadora em alguns momentos.


Possíveis Techs

Vou falar aqui rapidamente de algumas cartas que acho que podem fazer parte do deck, afinal, minha lista está longe de ser definitiva.

1x Giratina XY PR 187 – Só pra dar uma força na match contra greninja que acho bem chata, caso seu metagame local possuam mais greninjas que Rayquazas, coloque esta carta no lugar do Sudowoodo.

1x Ninja boy – Trocar um básico da mesa por outro do deck, isso nos dá muitas possibilidades nesse deck (substituir um Lapras por Glaceon e bater travando o oponente e muitas outras), porém não consegui encaixar ele muito bem em meus testes, talvez utilizando articuno eu me sinta mais tentado a usá-lo.

1x Tapu Lele GX – Sim, a sensação do momento, e eu não coloquei do deck (O QUE TÁ ROLANDO MEU DEUS?). Pois é, em mais testes com o deck, vi que era bem situacional o mesmo e sempre que precisei buscar um supporter com ele, este supporter já estava no descarte, então me foi pouco útil na maioria das vezes, tive a impressão que por não utilizar muitos supporters diferentes e com apenas uma cópia, não era necessário mantê-lo no deck.


Matchs desse deck

Volcanion 50/50 – Sim, mesmo você batendo na fraqueza, volcanion é MUITO rápido, conseguindo te nocautear as vezes com um steam up e uma choice ligada, coisa que ele consegue facilmente, tornando a velocidade um fator igualitário entre os decks. Você pode até ter algumas matchs tranquilas, porém volcanion sempre pode surpreender.

Gyarados – Vai na fé que seu Glaceon vai colar, que a gente tenta ver no que dá. Se utilizar Pokémon Ranger, é autoloss (serião).

Sylveon GX 50/50 – Jogada, se não utilizar Crushing Hammer, é mais vantagem para a Lapras, pois podemos conseguir um fluxo de ataques bacana durante a match (utilizando Palkia EX e Lapras GX), pressionando com danos baixos primeiro do Palkia e finalizando com Lapras, forçando nosso oponente a gastar suas max potion já no ataque do Palkia.

Alolan Ninetales GX – 50/50 – É uma partida interessante contra o deck, por eu achar que o Lapras tem uma aceleração maior, você pode vencer na velocidade contra o Ninetales, utilizando o esquema Glaceon/Lapras, tomando cuidado com o GX do Ninetales sempre.

Greninja – 25/75 – É foda essa match, ou você acelera na velocidade pra tentar sair na frente ou você perde mesmo. 170 de vida mesmo com Nogueira é complexo para a Lapras, além do fato que com duas habilidades e um ataque você morre e ainda perdendo habilidade, ou seja, bem complexo.


Considerações finais

Galera, não citei todas as matchs porque realmente não treinei contra todas que queria. Porém se der eu lanço uma edição pra falar mais das partidas.

Espero que tenham gostado desse pequeno review do deck, e que ajudem vocês a se decidirem do que jogar nesse novo formato. Por favor deixem seus comentários ai embaixo sobre o deck, afinal, novas ideias são sempre bem vindas. Boa sorte a todos e até a próxima.

 

Jogo Pokémon TCG faz dois anos. Na temporada 2014/2015 tive minhas primeiras experiências em campeonatos grandes, com um 10ª lugar no regional de Goiânia, e top 4 nos Citys de Vitória e BH. E uma vitória nos campeonatos mensais que fazemos em Belo Horizonte.
  • Marcos Tavares

    Muito legal, outra coisa de diferente, você não sente falta do energy switch? No antigo tinha quatro. Abraço